Macarons na La Durée

3 · 2 · 2011

Quando viajamos, muitas vezes escolhemos o que comer pelo que está perto, barato e fácil de entender ou pedir, esquecendo-nos de que a gastronomia forma parte da cultura de um lugar tanto quanto sua expressão artística ou seu desenvolvimento arquitetônico e econômico.

Vendo o blog da Adriana, Milhas a percorrer, me lembrei de um lugar que adoramos em Paris: a pâtisserie La Durée, toda uma instituição na cidade desde 1862. Isso não é pouco! Para começar, nós somos fãs dos macarrons,  e lá é o lugar para provar essa “gourmandice”.

Primeiro, o que é um macaron? Trata-se de uma espécie de merengue, feito com clara, açúcar de confeiteiro e farinha de amêndoa, aromatizado, montado numa espécie de sanduichinho, e recheado com geleias ou ganache. Vejam a foto abaixo:

Os macarons são suaves, geladinhos, derretem na boca. O merengue se dissolve deixando na língua um rastro crocante da farinha de amêndoa e o doce do recheio se encarrega do gosto final que permanece. Nunca comi um doce tão gostoso quanto um macaron.

Uma tarde nós tentamos ir à La Durée do Champs Elisées. Impossível! Uma fila enorme e sem sentido. Queríamos essa loja também porque lá foi filmado o filme “Marie Antoinette” da Sophia Copolla, mas não tivemos paciência. Vimos o que pudemos ver do salão, mas acabamos indo à loja que está na rue Bonaparte, 21, no bairro de Saint-Germain, onde pudemos tomar nosso café com macarons tranquilamente.

A pâtisserie La Durée para mim foi a prova de que apesar da Revolução Francesa, das Repúblicas e de todos os ideais centro-esquerdistas da França, eles adoram mesmo um toque de realeza!

E embora beleza não se ponha à mesa, na La Durée ela é vendida na mesma loja. Os produtos têm esse mesmo look “Marie Antoinette” refinado e não sei se são tão bons quanto os macarons (perdão pela rima). A questão é que na hora de ganhar dinheiro vendendo coisas bonitas e gostosas, os franceses são os melhores.

Ir à França e não comer macarons é como ir ao Brasil e não comer brigadeiro, salvas as devidas proporções. E se quiser provar essas iguarias em São Paulo, antes de encarar o assalto na La Durée, a Pâtisserie Douce France oferece uma boa variedade deles. Saibam, porém, que embora eu faça sempre muita propaganda de lá, o dono não é meu tio.

La Durée é um lugar caro mesmo, mas vale a pena para fazer dos macarons imperiais toda uma experiência parisiense.

Be Sociable, Share!

Deixe um comentário

DePo Archives

Lifestyle Blogs - BlogCatalog Blog Directory
Blogs de Viagem